RedeCultural
INSCREVER
PESQUISAR
TOP DIVULGADORES
PERGUNTAR
CONVIDAR
E-MAIL
PASSWORD
Inscreva-se gratuitamente na RedeCultural para receber uma newsleter semanal personalizada e/ou divulgar eventos culturais.
Quanto mais rede,
mais cultural.
SONATA DE OUTONO, DE INGMAR BERGMAN
Teatro
Última ocorrência:
// 25 de Novembro de 2007
// Teatro Municipal São Luiz
// Lisboa
// Custo desconhecido
<< REGRESSAR À LISTA DE EVENTOS ANTERIOR <<
Calendário com as ocorrências deste evento (marcadas a cor-de-rosa):
Novembro de 2007
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
 // SONATA DE OUTONO, DE INGMAR BERGMAN
DESCRIÇÃOO instinto maternal é uma mentira ou Sonata de Outono. Mãe e filha encontram-se depois de sete anos de separação. A mãe, Charlotte, é uma pianista mundialmente famosa, já sexagenária e ainda no auge da sua carreira. Uma mulher capaz de interpretar as mais delicadas composições de Chopin ou Beethoven, mas sempre incompetente ao tentar interpretar a própria filha, Eva. A Eva nenhuma palavra ou gesto lhe passou despercebida ao longo da sua vida, especialmente se estas palavras e gestos vieram da mãe. Considera-se “filha de uma mãe que nunca fica frustrada, decepcionada ou infeliz”, definição que, mesmo irónica, a marcou para sempre, uma vez que Charlotte lhe impôs doses equivocadas de felicidade e segurança.
Casada com Viktor, um pastor protestante passivo e observador, ela vê o marido como um amigo, sendo, como é, incapaz de acreditar no amor. Helena, a irmã mais nova, sofre de uma doença degenerativa, o que afastou sempre de si a mãe. Neste regresso, Charlotte é obrigada a confrontar-se com o facto de as duas irmãs viverem juntas.

“Mãe e filha – uma terrível combinação de sentimentos, confusões e destruições. Tudo é possível e tudo acontece em nome do amor e da respeito. Os efeitos da mãe devem ser herdados pela filha, os cálculos falsos da mãe devem ser regularizados pela filha, a infelicidade da mãe deve ser infelicidade da filha, — é como se o cordão umbilical jamais tivesse sido cortado. A infelicidade da filha é o triunfo da mãe, o luto da filha é o prazer secreto da Mãe.”

Bergman destrói a convenção das relações afectuosas entre mães e filhas. A dor é a personagem central deste huis-clos que nos sufoca pela sua dureza.

Texto Ingmar Bergman
Tradução Fernanda Lapa e Jonas Omberg
Encenação Fernanda Lapa e Cucha Carvalheiro
Cenografia e Figurinos António Lagarto
Desenho de Luz Mário Bessa
Selecção Musical Nuno Vieira de Almeida
Elocução Luis Madureira

Interpretação Ana Bustorff, Fernanda Lapa, Virgílio Castelo e Marta Lapa

PREÇÁRIO €10 A €20 (com os habituais descontos do SLTM) / Bilhetes a €5 para menores de 30 anos.

Co-produção: SLTM ~ Escola de Mulheres, Oficina de Teatro
LOCALTeatro Municipal São Luiz
MORADARua António Maria Cardoso, 60
DISTRITOLisboa
WEBSITEhttp://www.escolademulheres.com
HORARIO21:00
CUSTOCusto desconhecido
DIVULGADORESCOLA DE MULHERES - Oficina de Teatro, Lda.
>> DENUNCIAR ESTE EVENTO OU AVISAR QUE ESTES DADOS NÃO ESTÃO CORRECTOS <<
>> PARTILHAR ESTE EVENTO NO FACEBOOK >>
<< REGRESSAR À LISTA DE EVENTOS ANTERIOR <<
 // PRÓXIMOS EVENTOS RELACIONADOS
DANIELA NUNES @ GAL...
Exposição
// 14 de Dezembro de 2017
// Galeria Bangbang
// Lisboa
// Gratuito
13º CURSO GERAL DE...
Cinema e Workshop
// 15 de Dezembro de 2017
// Rua Latino Coelho, 8...
// Lisboa
// Não gratuito
Bibliofeira