RedeCultural
INSCREVER
PESQUISAR
TOP DIVULGADORES
PERGUNTAR
CONVIDAR
E-MAIL
PASSWORD
Inscreva-se gratuitamente na RedeCultural para receber uma newsleter semanal personalizada e/ou divulgar eventos culturais.
Quanto mais rede,
mais cultural.
MEDEIA - TÉPIS, C.ª DE TEATRO – BRASIL -...
Teatro
Última ocorrência:
// 19 de Janeiro de 2008
// Theatro Club
// Braga
// Gratuito
<< REGRESSAR À LISTA DE EVENTOS ANTERIOR <<
Calendário com as ocorrências deste evento (marcadas a cor-de-rosa):
Janeiro de 2008
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31
 // MEDEIA - TÉPIS, C.ª DE TEATRO – BRASIL - INTERPRETAÇÃO: DENISE DA LUZ
DESCRIÇÃOFicha Técnica
Dramaturgia criada pelo grupo a partir da tragédia de Eurípedes
Com: Denise da Luz
Adaptação e direção: Max Reinert
Figurinos: Denise da Luz e Vilma Costa da Luz
Iluminação e Sonoplastia: Max Reinert
Sonoplastia mixada nos estúdios Bob Rock Music
Cenário: Denise da Luz e Max Reinert
Confecção do Boneco: Max Reinert e Jason Peixer Jr
Produção: Téspis Cia. de Teatro

Sinopse
"A Téspis Cia. de Teatro apresenta sua versão do mito de Medeia organizado num espectáculo ritualista, em forma de monólogo. A tónica de Medeia é o amor transformado em ódio sobre-humano. A peça evolui de uma Medeia abatida pelo repúdio do marido, esposa traída que definha no leito, aparentemente conformada com a sorte, para uma mulher animada por um terrível desejo de vingança e extermínio, que não se detém diante do infanticídio para aniquilar completamente o marido."

O que já se disse
Espetáculo que prima pela síntese, coesão, harmonia, equilíbrio e absoluta precisão.
(...) A atriz tem uma brilhante atuação, presença forte digna da personagem, voz com emoção contida, harmonizando-se assim, com todos os elementos sacralizadores da encenação. Porque a escolha de cada elemento revela a pesquisa intensa e minuciosa. Nada é aleatório, nada é improvisado. Enfim, qualquer gesto, qualquer expressão da voz, qualquer elemento utilizado foi objeto de uma escolha consciente, já que cada detalhe foi sendo depurado, evoluindo para a síntese de sua expressão. Em resumo, a montagem cumpriu seu objetivo: é um espetáculo pleno de teatralidade.
Valderez Cardoso
Mestre em Artes Cênicas pela USP. Trabalhou como dramaturgista com Antunes Filho (1979 a
1987) e como dramaturgista e dramaturga com Ulisses Cruz (1984 a 1996).

Sobre a Téspis Cia. de Teatro
A Téspis Cia. de Teatro foi fundada em dezembro de 1993, na cidade de Itajaí, Santa Catarina, com o objetivo de estudar o fazer teatral e aplicar tais estudos na montagem de espetáculos. Uma das principais questões que sempre interessou a Cia. é a investigação do trabalho do ator como centro do processo criativo e a pesquisa no campo da animação de bonecos e objetos, mesclando estas linguagens na cena.
Sua formação na área treatral é autodidata. Participou de oficinas de formação com diversos profissionais brasileiros, argentinos, uruguaios, italianos e dinamarqueses. A partir de 1997 passou a participar de vários seminários ministrados pela Periplo, Compañia Teatra (Buenos Aires - Argentina), tendo inclusive realizado um estágio de três meses no El Astrolábio Teatro (seu centro de trabalho), que culminou na montagem do espetáculo “Bodas... um ato cotidiano”.
Nesses doze anos de trajetória a Téspis montou doze espetáculos: “Menino Navegador”, “O Contador de Histórias”, “Quarto de Despejo – O diário de uma favelada”, “Um Circo Cheio de Lua”, “Histórias de Um Rei Tirano”, “O Pequeno Planeta Perdido”, “Bodas...um ato cotidiano”, “Era uma Vez... Eram duas, eram três!”, “Medeia”, “A História do Homem que se Transformou em Cachorro” e “Lili reinventa Quintana”. Além disso, realizou uma série de trabalhos institucionais e dirigiu outras produções para outros grupos teatrais e musicais. Com estes espetáculos, além de temporadas e circuitos, a Téspis participou de vários festivais nacionais e internacionais no Brasil, Chile, Venezuela e Argentina, conquistando mais de quarenta prêmios dentre outras inúmeras indicações. A Téspis desenvolve ainda um trabalho de formação de atores, ministrando oficinas. Em Itajaí, manteve um curso permanente durante dez anos por onde passaram mais de mil e quinhentos alunos.
Hoje, a Téspis Cia. de Teatro, radicada em Florianópolis, mantém seu repertório apresentando os espetáculos “Medeia”, “A História do Homem que se Transformou em Cachorro” e “Lili reinventa Quintana”, além de ministrar oficinas e trabalhar em parceria, na direção e orientação de trabalhos para outros grupos.
LOCALTheatro Club
MORADALg. António Lopes
DISTRITOBraga
E-MAILtheatro.club@cm-povoadelanhoso.pt
HORARIO21:00
CUSTOGratuito
DIVULGADORTheatro Club
>> DENUNCIAR ESTE EVENTO OU AVISAR QUE ESTES DADOS NÃO ESTÃO CORRECTOS <<
>> PARTILHAR ESTE EVENTO NO FACEBOOK >>
<< REGRESSAR À LISTA DE EVENTOS ANTERIOR <<
Bibliofeira