RedeCultural
INSCREVER
PESQUISAR
TOP DIVULGADORES
PERGUNTAR
CONVIDAR
E-MAIL
PASSWORD
Inscreva-se gratuitamente na RedeCultural para receber uma newsleter semanal personalizada e/ou divulgar eventos culturais.
Quanto mais rede,
mais cultural.
CRISTA DE GALO - DE MANUEL MACEDO
Teatro
Última ocorrência:
// 26 de Dezembro de 2008
// Theatro Club
// Braga
// Gratuito
<< REGRESSAR À LISTA DE EVENTOS ANTERIOR <<
Calendário com as ocorrências deste evento (marcadas a cor-de-rosa):
Dezembro de 2008
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31
 // CRISTA DE GALO - DE MANUEL MACEDO
DESCRIÇÃO“Crista de Galo”, constitui uma sátira à nossa incapacidade de lidar com os nossos afectos e à complexidade, na forma e conteúdo, dos meios que utilizamos para comunicar e conversarmos socialmente.
Apesar da capacidade extraordinária que o ser humano detém para interagir e comunicar e do instrumento altamente sofisticado como o vocabulário literário, que todos nós utilizamos de forma até eloquente. Apesar da nossa capacidade extraordinária de sentirmos, pensarmos e apreendermos tudo aquilo que nos rodeia e mesmo até aquilo que não rodeia, ou seja, o imaginário. Apesar disso tudo, continuamos primitivanente, confinadoss ao bloqueio mental, ao ridiculo, à capacidade total de expressarmos o que efectivamente sentimos.
Ao longo da nossa história literária e não só, o romantismo foi cantado de muitas maneiras, quer na forma mais sublime, enaltecendo a nobreza da condição, na forma dramática, destacando a carga negativa do sofrirnento em si. A razão para que tal acontecesse, são várias e não as vou abordar nesta introdução. O que importa realçar, isso sim, é a importância vital que o amor e os afectos representam para a hurnanidade e para a sua evolução.
Pois bem, esta comédia, ao contrário do que é hábito, não pretende abordar o tema amor quer na forma mais sublime, quer na forma sarcástica, nem de qualquer outra forma. A pretensão desta obra é tão somente satirizar a maneira corno nós, humanos, tratamos e retratamos esse sentimento tão simples e tão importante para as nossas vidas, a forma corno o partilhamos, como o comunicamos, como o complicamos.
O tema escolhido pretende retratar a complexidade e a dificuldade que existe em lidarmos corn um afecto, que de tão natural se torna simples, e partilha-lo com o outro. A sátira é a forma mais intensa que a literatura encontrou para forçar a reflexão e expor a contradição que nos revela o ridículo, constituindo-se assim um estilo poderoso para despertar a nossa condição humana. Esta foi a razão da escolha deste estilo, retratar a contradicão que é transformar o amor, algo simples e natural numa aberração complexa e difícil.
Como diria o meu amigo imaginário, mais do que ser amado o importante é mesmo amar e assume-lo. Entretanto, no desenrolar de todo o processo, pode ser que aconteça ser amado.
LOCALTheatro Club
MORADALg. António Lopes
DISTRITOBraga
E-MAILtheatro.club@cm-povoadelanhoso.pt
HORARIO21:00
CUSTOGratuito
DIVULGADORTheatro Club
>> DENUNCIAR ESTE EVENTO OU AVISAR QUE ESTES DADOS NÃO ESTÃO CORRECTOS <<
>> PARTILHAR ESTE EVENTO NO FACEBOOK >>
<< REGRESSAR À LISTA DE EVENTOS ANTERIOR <<
Bibliofeira