RedeCultural
INSCREVER
PESQUISAR
TOP DIVULGADORES
PERGUNTAR
CONVIDAR
E-MAIL
PASSWORD
Inscreva-se gratuitamente na RedeCultural para receber uma newsleter semanal personalizada e/ou divulgar eventos culturais.
Quanto mais rede,
mais cultural.
TCHEKHOV - ESPIRROS E PALPITAÇÕES
Teatro
Última ocorrência:
// 06 de Fevereiro de 2009
// Theatro Club
// Braga
// Gratuito
<< REGRESSAR À LISTA DE EVENTOS ANTERIOR <<
Calendário com as ocorrências deste evento (marcadas a cor-de-rosa):
Fevereiro de 2009
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29
 // TCHEKHOV - ESPIRROS E PALPITAÇÕES
DESCRIÇÃOTchekhov - Espirros e Palpitações

São deste extraordinário escritor as três peças que o Cénico tem a honra de vos apresentar, reunidas sob a legenda, Tchekhov, Espirros e Palpitações, com encenação de Manuel Ramos Costa, e que assim resumimos:

O URSO
Popova, viúva há sete meses, leva uma vida de recolhimento e de solidão, procurando fazer de sua casa um espaço semelhante ao do túmulo onde se encontra o seu tão amado marido. A sua única companhia é a alegre e leal governanta Leocádia, que, em vão, procura convencer a sua senhora a interromper a severidade do seu luto. Mas tudo muda, quando o sossego fúnebre daquele lar é perturbado pela visita inesperada de um credor, que conseguirá muito mais do que uma simples cobrança…O Urso constitui um óptimo exemplo da mais eficaz dramaturgia de Tchekhov. Aquela que se situa entre a simplicidade da
concentração da acção e das personagens e o território híbrido do humor e da ironia, na representação da vida social pequeno-burguesa.

UM PEDIDO DE CASAMENTO
Quando Ivan Vassilyevitch se dirige a casa do respeitável Stepan Stepanovitch, para pedir a mão da desejada Natalya Stepanovna, está longe de imaginar que irá enredar-se numa hilariante série de situações que o obrigarão a muito mais do que obedecer simplesmente ao ritual de um pedido de casamento…
E assim, com apenas três personagens, Tchekhov consegue concentrar, com a genialidade da sua dramaturgia, as pequenas misérias, a cobiça, as vaidades e as dissimulações da pacata vida conjugal burguesa.
Nestas três peças ressaltam os matizes da comédia de costumes que brinca com a guerra dos sexos, numa hilariante crítica de comportamentos. E se é certo que o riso pode despontar com a espontaneidade do que é natural, não é menos verdade que esse mesmo riso pode trazer em si uma carga de indelével amargura…
LOCALTheatro Club
MORADALg. António Lopes
DISTRITOBraga
E-MAILtheatro.club@cm-povoadelanhoso.pt
HORARIO21:00
CUSTOGratuito
DIVULGADORTheatro Club
>> DENUNCIAR ESTE EVENTO OU AVISAR QUE ESTES DADOS NÃO ESTÃO CORRECTOS <<
>> PARTILHAR ESTE EVENTO NO FACEBOOK >>
<< REGRESSAR À LISTA DE EVENTOS ANTERIOR <<
Bibliofeira